você vem sempre por aqui ?!

Seja bem vindo...
Bom dia, ou será Boa tarde, talvez Boa noite.
Esteja a vontade!

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Saturno Filmes

Foto de Ludmila Firmino


''Dando passos e construindo caminhos.

Saturno produtora audio visual com Ygor Sas, Yuri Azevedo, Ludmila Firmino e Jéssica Rocha.

Foto da produção atual.''










Não tem nada de mais nisso

Foto de Ludmila Firmino
Palavras guardadas, gestos pensados, cenas montadas e um texto escrito querendo sair do papel.
pela vontade de mostrar algo que fosse meu e um pouco de muitas que andam guardando segredos por aê.
talvez eu fale e você se veja ali, talvez eu pareça uma idiota, talvez alguém perceba algo muito familiar, talvez seja um personagem ou seja eu, talvez isso não passe de um grito quase rouco sufocado pela sociedade, mas que de mim agora sai ...
pode ate ser baixinho,mas eu digo a verdade que tem que ser dita.


segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

acontece ...

é porque eu pego minha mochila e vou me 
embora, pras bandas de lá, paro pra descasar
 um pouco, mas não perco a paisagem o ar 
que respiro aqui é diferente do que respiro lá .


Caio Fernando Abreu


Lá está ela, mais uma vez. Não sei, não vou saber, não dá pra entender como ela não se cansa disso. Sabe que tudo acontece como um jogo, se é de azar ou de sorte, não dá pra prever. Ou melhor, até se pode prever, mas ela dispensa. [...] E se ela se afogar, se recupera. [...] E assim, aos poucos, ela se esquece dos socos, pontapés, golpes baixos que a vida lhe deu, lhe dará. A moça – que não era Capitu, mas também tem olhos de ressaca – levanta e segue em frente.

domingo, 8 de janeiro de 2012

pra você.


Um sentimento que me leva pra outro mundo.
Onde é tudo mais lindo, lá agente se ama sem temer...
-corre vem pros meus braços,me beija o rosto e
sorri bonito daquele jeito que so você sabe sorrir
e me deixa assim com cara de boba..
Te trago pra perto todos os dias, te sinto comigo 
durante o dia, te faço dormir durante a noite..
#sonho.   

quando tudo parecia morrer

Se passaram oito dias que mais pareceram meses.
A saudade já era grande de mais pra suportar tamanha dor de ficar longe de você.
e agora além da saudade oque me atormenta é um medo enorme, uma dor no coração que não para, lágrimas, lembranças, passado, presente, imaginação, futuro.
E você como pode estar ?
Não, eu não acredito em contos de fadas e sei que pra sempre é muito tempo, mas e esse sentimento que ta aqui dentro... é forte de mais pra morrer tão fácil.