você vem sempre por aqui ?!

Seja bem vindo...
Bom dia, ou será Boa tarde, talvez Boa noite.
Esteja a vontade!

quinta-feira, 26 de abril de 2012

an?


feito louca, socando a parede, querendo quebrar o quarto, pular pela janela.
tampei sem ver pelo quarto almofadas, ursos de pelucia, cobertas arrastadas, blusa rasgada, segurei forte a caneca de café que ja estava frio, enchi o cinzeiro, recusei o remedio para dor de cabeça, escrevi e escrevi, chorei de soluçar, me arranhei e puxei os cabelos com força, desejei o sangue, quiz me cortar de canivete, viver e morrer.
revoltada, feito adolescente, menina boba.
sofrendo feito mulher, feito quem tem coração que bate por um alguém.
- preciso parar com isso, essa frieza não me leva a nada a não ser pra mais encolhida no fundo do poço.
fingir e sorrir!  - ninguém lá fora precisa saber oque se passa aqui dentro, do meu quarto onde passo horas lamentando, aqui dentro do meu coração que sangra e deseja parar de bater, no entanto escrevo e compartilho minhas aflições e bobeiras. Eu sempre fui assim, eu sempre precisei falar, sobre oque penso, oque sinto, oque acho disso e daquilo..
mas não leve tudo tão a serio, as vezes eu não falo coisa com coisa e nem me intendo que dirá você ... se quer um conselho: nem tente, nem eu nem você precisamos disso.

Nenhum comentário: