você vem sempre por aqui ?!

Seja bem vindo...
Bom dia, ou será Boa tarde, talvez Boa noite.
Esteja a vontade!

quinta-feira, 2 de junho de 2011

aquela noite

Consumida por uma sensação estranha que não sei dizer se é medo, raiva, mágoa, tristeza, agonia, revolta, ou sei lá... Com a cabeça cheia sinto arde meu corpo, fiquei com marcas boas de desenhos impensados. Foi tudo muito rápido, agente tava rindo junto e derrepente eu estava sozinha agonizada pela maldita incerteza’ ...
Não sei se precisava ter passado por aquela cena, mas passei. E foi estranho.
Vim andando noite a fora, me machucando pra não sentir a dor que gritava dentro do meu peito.
Lembrei de uma frase que descreveria essa noite: ‘ A vida é muito rápida, faz agente ir pro céu e pro inferno em questão de segundos.’
É !
Mil coisas passaram na minha cabeça, quis vagar por um tempo só pra não chegar em casa com essa cara, fiz hora, ‘contei os passos’, parei naquela ponte e tentei ver a noite ... mas talvez no meu quarto seria mais seguro,estaria fora de perigo, encontraria meu cantinho que sempre me acomoda confortavelmente bem quando algo não está certo.
Medo é a palavra que me consome!
Me enganei em axar que estaria fora de perigo aqui ... acabo de ‘descobrir’ um refugio que queria sentir a emoção por curiosidade não por ‘necessidade’.
... corte!

Nenhum comentário: